Monólogo do Interior

9 de jul de 2010

Kiki escreve uma carta ao psicanalista. Ela está sentada no divã.

(ouve-se a voz de Kiki gravada)



— Querido, ontem o Estranho bateu à minha porta. Estou dispensando. Penso em vc. todo dia. Depois, dispenso também, nada a fazer com o Inconsciente. Comprei no Ponto Frio uma máquina desejante. Sinto dores no útero. Sou só corpo com órgãos. Depois conto mais. Bjos, Kiki
 
Kiki Peixoto © 2008. Templates Novo Blogger