Goiás Velho: tempo rei

30 de abr de 2011


Onde o beijo sabe a pequi
e o tempo não anda e não para,
ela ganhou uma dor ciática
de arrastar malas nas pedras
peso do passado
trava nos quadris

Goiás Velho: Museu das Bandeiras

29 de abr de 2011

onde o amor

revela sua pior face...

enxovia

cárcere imundo

e úmido

Berlim HACKESCHER HOFE

23 de abr de 2011



Mas, o que é isso, Clarice?

Quanta vida interior! Amar um ovo.... ?

Não, isso é demais para mim.

Sem essa... Quanta sen-si-bi-li-da-de!

Se acalme, meu amor...

Berlim: Hauptbannhof

21 de abr de 2011



"(Então, não significa nada, para vc, ser a festa de alguém?") R.Barthes






Ela interpelava:Cuidado com o que pisas!

Berlim: Siegesgötin Viktoria

20 de abr de 2011





Nem tudo que reluz,doura, dura,
nem mel, nem você,
Doçura.


Princípio de delicadeza: tocar sem ferir...
pisar o chão, seguir.

Berlim Alexanderplatz

19 de abr de 2011



Ela deu no pé. A dança gira.... move Berlim...

17 de abr de 2011


Ela demorou mais que o tempo necessário no banheiro. Nao havia como salvar aquela amizade...

emblemas do corpo 4

10 de abr de 2011


Ela

deixa um rastro

de um pé só

quer perder-se de si ...

emblemas do corpo 3

9 de abr de 2011


Só faz pirar o calendário...

Deseja o corpo

"sobrerreal, anarcoerótico"

dos poemas de Murilo Mendes





(Kiki Smith)

Emblemas do corpo 2:

7 de abr de 2011


"The right place for the heart"


Nem de um lado, nem de outro:

fora do corpo












(Kiki Smith)

emblemas do corpo


Espera o transplante

coração máquina

coração de fora

coração bomba

relógio










(Marx Ernst)

plataforma 2

6 de abr de 2011


experimenta o júbilo da máscara.

plataforma

5 de abr de 2011




"ter onde cair morto é motivo de partir" (Marcos Siscar. Ficção de início. in. Interior Via Satélite)


Lê o poema por todos os lados, mantra matutino de onde (içado) o corpo levanta e anda



Despenca e cai

4 de abr de 2011


Pensa nos corpos
em queda livre

nos destroços do avião
em queda livre

nos cavalos caindo em
plena corrida

nas virtudes e no amor
em queda

livre

2 de abr de 2011


Pensava colher

margaridas com a boca

talvez por isso

talvez por sede

(em demasia)

talvez desespero

da saudade

verdade é que

despencava sem cair

Despenca mas não cai 5

1 de abr de 2011


Então quis voar

com um guardachuva aberto

era Mary Poppins ou

anjo?
 
Kiki Peixoto © 2008. Templates Novo Blogger