Falo com raios 3

30 de jul de 2011




Um brinde à sua alma irada. em vermelho sangue

Falo com raios 2




Deseja um poema em linha reta
verso assassino

direto ao coração
leite

mel
lei












Falo com raios

29 de jul de 2011





Hoje que eu, de alguma maneira, volto a olhar para aqueles estados de ânimo de que são testemunhos os escritos [...]...O que hoje sou, o lugar em que me encontro, a tal altura que já não falo com palavras mas com raios. [...] Que grande tranquilidade em prometer, que olhar alegre para um futuro que não há de ficar em promessa. Aqui cada palavra vive, é íntima, é profunda;nem faltam instâncias dolorozíssimas, havendo palavras que propriamente manam sangue. Sobretudo, porém sopra um vento de ampla liberdade;a própria dor não aparece como objeção (NIETZSCHE; Ecce Homo p.98)

25 de jul de 2011



Nas pontas dos cascos!
Meio puta/ meio triste/ meio alegre
(uma trança de três)
pintura encarnada
tirania do detalhe
onde
um rio
corre
labareda
do amor
sem
casa.

Nação 2

Sem pensar em Nada

24 de jul de 2011













(Artur Barrio)

Nação

23 de jul de 2011

coleção trans

15 de jul de 2011



TUDO QUE ELA QUER NA VIDA:



CAFÉ CEREJA E PERFUMARIA

"parafernália aguda"

13 de jul de 2011

E todas as gavetas vomitando o excesso desta "parafernália aguda"! A volta da Ana C. numa carta meditativa comove ao extremo.

Espreguiçar com M.A. saindo da laminha.


Julho, enguirlandemo-nos!

coleção trans

12 de jul de 2011




Do quadro mudo

o último aceno

arranca o rancor


põe o pé no pedal

tira as garras do meu seio

coleção trans

brincadeiras inócuas
fantasmagorias

das mordidas do real maior ou menor que elas


imagens são acintes.








7 de jul de 2011



Diz

Se os roedores não róem, os dentes não param de crescer. Diz mais

O desejo é um coelho, precisa ser trancado na gaiola, não ficar solto, pois pode roer a pessoa por dentro...

coleção trans

6 de jul de 2011



Então, onde está a platéia?



Kiki se perguntava enquanto algo "impelia a culpada Ana sobre a superfície móvel de um bloco de gelo que bascula" (Eisestein)

A Rainha do corte & a criança esplendorosa

2 de jul de 2011



Coroaram-se com o impossível. Elas são phoda!
 
Kiki Peixoto © 2008. Templates Novo Blogger