21 de out de 2011




Mahler respira mal. A Rainha da Fábula sopra palavras de ternura em seu ouvido, mas ele não escuta. Eles se aproximaram perigosamente de lugares impossíveis na Língua, nos olhos, nos ouvidos, na boca, onde o bafo do suicidio cheira à boca de criança. Ele ficará impregnado daquelas palavras, mas agora é tarde, Kiki decidiu morrer. Ela decide acabar com essa mixórdia que é a vida subjetiva, com essa merda toda, com a poesia & dor, prazer & dor. Kiki ficará na lembrança dos dedos que digitaram sua história.

apronta-se...

20 de out de 2011


Esquece...."Memória,assombração,superstição"
(Mario de Andrade).

Plantou-se no segredo, agora perdeu as raízes.
Fazendo
limpeza de aura, tirou a coroa do passado, aberta a clôture.
Tudo faxina.

suicidio. Ela se apronta II

19 de out de 2011



Joga num saco plástico de lixo

negro

fantasias furtivas, bobagens de mulheres,

monte de palavras

vazias,

fios rompidos,

amarga

sen-si-bi-li-da-de!

suicidio. Ela se apronta

17 de out de 2011

Ela está quase pronta,
está no ponto, se apronta...
Refaz os caminhos no mapa

da lembrança.

O clima úmido enche d´água os pulmões....Relê livros:


"o relógio da poesia


Anda mais depressa


E com mais maestria


Do que aquele da física" (Hilda Hilst)




asperezas do delicado....

16 de out de 2011



Domingo enquizilhado, Kiki se perde num bosque. Ela prepara devagar um suicidio.


Tantas luas ausentes e veladas fontes! Que asperezas de tanto descobri nas coisas de contexto delicado. Hilda Hilst

trama de um segredo

15 de out de 2011




A trama de um segredo


Deixava-a presa


num vidro


de Duchamp


cripta erótica


capsula, casulo


motor de sensações


incomparáveis...


14 de out de 2011

Ficara presa na torrente de palavras
durante certo tempo
enquanto a vida esfregava
a cara
na cara da vida...(Carlos Lima)

Kiki & Lala

9 de out de 2011

densidade de negro
pendurada no feminino
aérea acrobática alada
Miss Lala
Amor em black
My Mistress
flutua a negra
(Miss you,
Lovely Miss Lala),
toda em A
solto desejo
no ar
.
 
Kiki Peixoto © 2008. Templates Novo Blogger